Fechar

Visitas as propriedades leiteiras cadastradas no PIA

30/11/2021

            A equipe da Secretaria de Agricultura e Pecuária junto com técnicos especializados na área de genética realizaram visitas técnicas em algumas propriedades leiteiras para um levantamento das características do rebanho. Foi um trabalho amostral para a tomada de decisões importantes a respeito das especificações técnicas para a aquisição de sêmen bovino leiteiro que será entregue aos produtores com cadastro atualizado do Programa de Inseminação Artificial- PIA. Foi encontrado bastante diversidade no rebanho, por isso é necessário ter precisão nas decisões para a correção dos problemas detectados.

            O trabalho realizado será conduzido para melhorar a fertilidade das filhas, com elevação das taxas de gordura e proteína, aumento da produtividade e longevidade do rebanho. A evolução genética do rebanho só é possível com a incorporação de genes com características desejáveis aliadas a um bom manejo nutricional, reprodutivo e sanitário.

            Neste sentido a Secretaria de Agricultura e Pecuária tem parceria com o SENAR para beneficiar os produtores de leite com cursos GRATUITOS de capacitação que contemplam boas práticas agropecuárias, manejo e inseminação artificial. Os interessados nos cursos devem procurar a Secretaria de Agricultura e Pecuária para realizar sua inscrição, munidos de fotocópias do RG, CPF, Cadastro de Produtor Rural – CADPRO e Declaração de Aptidão ao PRONAF – DAP. Prioritariamente serão beneficiados os produtores da agricultura familiar.

            Para o cadastro no PIA os produtores devem trazer as seguintes fotocópias: RG, CPF, CADPRO, DAP atualizada, exames de Brucelose e Tuberculose dos últimos 6 meses, Notas Fiscais do Leite dos últimos seis meses, Certidão do Estabelecimento Rural emitida pela ADAPAR. Além dessa documentação o produtor deve estar organizado em grupo de produtores por localidade, no qual um deles será indicado como inseminador e terá que apresentar a certificação do curso de inseminador. Esse grupo compartilhará o uso de um botijão de nitrogênio que terá número de registro na Secretaria para controle da distribuição de nitrogênio e sêmen.

Compartilhe nas redes sociais: