Fechar

Pitanga faz parte do Comitê Paraná Centro com foco no desenvolvimento regional!

02/12/2021

Pitanga faz parte do Comitê Paraná Centro com foco no desenvolvimento regional!

Em evento realizado no dia de ontem, 1 de dezembro, no município de Guarapuava, foi institucionalizado o Comitê Paraná Centro com participação de 12 municípios que vão atuar na promoção e incentivo à integração das lideranças na busca de soluções para o desenvolvimento.

“O objetivo é unir a sociedade civil organizada e a gestão pública dos municípios da região Central para que projetos e ações sejam coordenados para o crescimento de todos. Queremos nos unir a outros movimentos já existentes, pois quanto maior a participação melhor”, considera a presidente do Comitê, Maria Cecília Saldanha.

Conforme o consultor do Sebrae/PR, Emerson Ribeiro Lourenço, através do Comitê é possível ouvir as demandas, planejar de forma macro e ter um melhor direcionamento das ações de maneira alinhada em todos os municípios. “Queremos fortalecer e promover o desenvolvimento de maneira igualitária e sustentável, com ações que fortaleçam a identidade territorial, além da garantia da continuidade do trabalho”, pontua.

Como propostas no eixo de acesso ao mercado estão o incentivo para que as empresas do território participem de licitações locais; a agregação de valor aos produtos da região e ampliação de mercado; a aquisição de produtores rurais; a criação de movimentos de associações e cooperativas; entre outros.

No eixo do associativismo, o grupo pretende conhecer, identificar e integrar ações entre as entidades associativas; divulgar e disseminar a cultura associativista nas escolas; apoiar o associativismo entre entidades e organizações, entre outros. Já no eixo de educação empreendedora o objetivo é capacitar adultos com interesse em empreender; criar formas para despertar o interesse dos empreendedores para se capacitarem; capacitar os educadores para disseminar a educação empreendedora.

Fomentar a pesquisa científica voltada e aplicada ao empreendedorismo; fortalecer e unificar a governança, realizar um diagnóstico nos municípios pertencentes ao território de como está o eixo inovação e tecnologia; disseminar a cultura da Inovação, para níveis específicos de empreendedores; mapear o nível de inovação entre as micro e pequenas empresas e verificar se os municípios têm a Lei Sand Box implantada, voltada para testar e experimentar ações de inovação estão entre as propostas para o eixo da Inovação.

O mandato é de dois anos (2021/2022) e tem o corpo técnico composto pela presidente Maria Cecília Saldanha; vice-presidente Diego Otto; e coordenadores: Rodrigo Ribeiro, no eixo de Educação Empreendedora; Márcio Fernandes, no eixo Acesso a Mercados; Nilson Padilha, no eixo Associativismo e Gilmar Lejambre Júnior, no eixo Inovação.

Compartilhe nas redes sociais:


Galeria de Fotos

Clique na foto para ampliar