Fechar

Atletas pitanguenses no Campeonato Paranaense de Karatê Do Tradicional

28/05/2017
Atletas pitanguenses, que também integram a equipe da Acokat (Associação Centro Oeste de Karatê Do Tradicional), recentemente (20/05), participaram com 38 alunos de competição em Barbosa Ferraz, no Campeonato Paranaense de Karatê do Tradicional, e conquistaram 34 medalhas entre Ouro, Prata e Bronze.   Uma comissão de atletas, pais de alunos, e  a Sansei Janete Kutczuruba Berton, e o professor  Diogo Nascimento Borges, estiveram na prefeitura, para agradecer o apoio recebido para as competições.   "Sem o apoio da Secretaria Municipal de Esportes, não seria possível a paticipação dos alunos nestas competições", destacou o professor de Karatê, Diogo N. Borges.   As mães presentes Gil e Maila, representando as demais, disseram que seus filhos(as), gostam muito de praticar o Karatê e paticipar das competições regionais, e que isto os motiva à aprimorarem suas habilidades técnicas. "Eles são disciplinados, se interessam por praticar o esporte e isto faz muito bem à eles", destacaram. Janete K. Berton, agradeceu o apoio da prefeitura e demais colaboradores, e relatou ao prefeito Maicol Callegari Barbosa e vice prefeito Carlos Alberto Brandalise, o início da modalidade Karatê no município e suas conquistas ao longo dos anos. "Eu comecei como aluna do professor Manoel, e entre tantos bons atletas, hoje temos o Diogo, que já foi meu aluno, e agora é professor, e assim esperamos novas gerações de atletas", destacou Janete. O prefeito Maicol e o vice Carlão, enalteceram o trabalho que está sendo realizado pela equipe da Sansei Janete e Diogo, junto aos atletas. "Parabenizamos os atletas pelas conquistas, aos pais pelo incentivo, e à Janete e Diogo, pela dedicação ao esporte e por manter uma equipe disciplinada com tantos resultados positivos", disse o prefeito Maicol. Os Secretários Elizeu Vaz (Esportes e Lazer), Alfredo Schavarem (Educação e Cultura), disseram sobre o quanto é saudável e bom, para as crianças e adolescentes ingressarem no Karatê, desde a primeira infância (a partir dos 2 anos de idade). "Continuaremos auxiliando a equipe, no que for possível, com o apoio do prefeito Maicol e vice Carlão", disse Elizeu Vaz. As crianças tiraram fotos, exibiram suas medalhas e prometeram mais vitórias em próximas competições. * Em Pitanga, acontecem aulas regulares Gratuitas, mantidas pela prefeitura municipal para iniciantes no Ginásio de Esportes Lôlo Cleve, informações na Secretaria de Esportes e Lazer (42) 3646.49.58, e no Centro da Juventude, pela prefeitura em parceria com o Projeto Esporte e Cidadania Paraná.     ORIGEM E BENEFÍCIOS  O karatê é uma arte marcial que tem raízes no Japão, mas é conhecida mundialmente porque ao mesmo tempo em que é uma grande ferramenta na defesa pessoal, também é um grande formador de caráter e disciplina. E quem não quer que o filho desde cedo aprenda a ter disciplina? Os pilares do karatê consistem em formar os seguintes valores: Disciplina, Humildade, Respeito e Hierarquia. Os valores aprendidos com a prática dessa arte marcial são os valores que são tão prezados em nossa sociedade cotidiana, afinal é necessária a disciplina e humildade seja na escola, em casa, na rua, no trabalho ou em qualquer lugar. O karatê auxilia as crianças a começar desde pequenas a conhecer a linha que divide seus direitos de seus deveres. A idade ideal para ingressar sua criança na aula de karatê é quando ela tiver de 2 a 5 anos de idade, Os valores educacionais mais procurados nas aulas de karatê são: Disciplina: Ao ingressar no karatê, a criança vai precisar aprender a antes de tudo a obedecer ao professor. Essa obediência é de fundamental importância, pois assim ele aprende consequentemente a respeitar o seu superior, estabelecer limites em seu comportamento e respeitar as regras. A Disciplina também se faz presente no karatê ao saber quando é momento de brincar e quando é momento de falar sério e no momento de falar e de escutar. A criança também aprende disciplina ao tentar aperfeiçoar os movimentos ensinados. Controle: Crianças gostam de brincar e extravasar energia. Algumas chegam até a ser consideradas hiperativas, e são essas que mais precisam do karatê para aprender a se controlar. Pela prática do karatê, a criança passa a ter mais controle sobre si própria, respeitando as regras do ambiente e controlando a euforia e agressividade, podendo canalizá-la para a prática da arte. Encorajar a atividade física: A criança que começa na prática do esporte desde cedo tem tendência a ser um adulto que mantém a atividade física como uma prática diária. É também importante para a criança que ela não veja a prática dos esportes como uma atividade chata e tediosa, mas como algo bom e prazeroso. Concentração: A concentração é um dos principais fatores que levam os pais a matricularem seus filhos em aulas de karatê. A falta de concentração é um problema comum entre crianças e afeta muito o seu rendimento em sala de aula. O karatê estimula a memorização e concentração por usar os katas (lutas imaginárias com direções e movimentos pré-determinados) e os treinos de concentração e de relaxamento (advindos das posturas de zen).
Compartilhe nas redes sociais: