Fechar

Pitanga consegue R$ 4,3 milhões para reforma e ampliações de escolas

13/11/2019

O Prefeito Maicol Callegari Barbosa, o secretário municipal de Educação, Alfredo Schavaren, e o secretário da Cidade, Glenn Barbosa, estiverem em Brasília, na semana passada, onde se reuniram com o presidente do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento Educação), Rodrigo Sérgio Dias, quando solicitaram recursos para a construção das novas instalações da Escola Municipal Ângelo Seguro, na Linha Cantu, e do Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Santa Rosa, além de recursos para a reforma da quadra e ampliação da Escola Afonsina Sebrenski. A audiência foi viabilizada pelo deputado federal Pedro Lupion e, durante a conversa, o presidente do FNDE garantiu a liberação de recursos para as três obras. Para a Afonsina serão liberados R$ 664,8 mil para ampliação e R$ 657,8 mil para a reforma da quadra; para a construção da Escola Ângelo Seguro será investido mais R$ 1,167 milhão; e para o CMEI Santa Rosa mais R$ 1,869 milhão. No total, o Ministério da Educação garantiu mais de R$ 4,3 milhões em investimentos. Além disso, o prefeito Maicol Barbosa e o secretário Alfredo Schavaren solicitaram a liberação de mais R$ 1 milhão para compra de equipamentos tecnológicos e mobiliário. O presidente do FNDE garantiu que, até o final desse ano ou início de 2020, os recursos estarão disponíveis e o município poderá fazer o processo de licitação. Schavaren ressalta que essas liberações são importantes, pois essas estruturas são as que mais precisam de reformas e estão em situação mais crítica, atualmente no município. “Essas obras são muito importantes e assim que os recursos forem liberados, vamos colocar os projetos em licitação para que, no início de 2020, possamos estar com o processo em andamento ou mesmo com essas obras iniciadas”, ressaltou o secretário. Schavaren comentou que o projeto do CMEI Santa Rosa é que deve sofrer um pequeno atraso, já que a nova estrutura será construída em outro terreno e o projeto deve demorar um pouco mais, mas que os recursos para todas essas obras estão garantidos.

Compartilhe nas redes sociais: