Fechar

Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil

12/06/2019

Hoje, dia 12 de junho, é celebrado o Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil. A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, realizou na Praça Largo dos Pioneiros, uma mobilização conscientizando os motoristas e pedestres sobre a importância da preservação da infância de nossas crianças. Onde também foi realizado apresentações com os alunos do Centro da Juventude e Aconchego.

A principal arma contra o trabalho infantil é a intensa sensibilização civil contra a exploração das crianças e adolescentes, que constitui uma grave violação aos direitos humanos fundamentais.

No Brasil, 2,5 milhões de crianças e adolescentes entre 5 e 17 anos ainda são explorados, mas muitas vezes a violação passa invisível.

São muitas as formas de trabalho infantil e ele não ocorre apenas em lugares mais remotos. Muitas vezes está ao nosso lado e nós não percebemos. Você já se perguntou por que isso acontece? E quais são as consequências da violação no futuro? Pobreza, má qualidade da educação e questões culturais são algumas das causas do trabalho infantil.

A entrada da criança e do adolescente no mercado de trabalho pode estar ou não relacionado ao perfil familiar, mas ainda faz parte da cultura brasileira. Mitos como “é melhor trabalhar do que ficar na rua” dão a falsa ilusão de que o trabalho precoce é um caminho para romper o ciclo da pobreza, mas na verdade é o contrário.

A criança que trabalha fica mais exposta à violência e tem mais chances de entrar para o crime, por justamente estar em vulnerabilidade pelas ruas e não na escola.

A criança que trabalha tem mais dificuldades de concluir os estudos e por isso de acessar o mercado de trabalho decente na vida adulta.

A sociedade precisa reconhecer os prejuízos causados a curto e longo prazo na formação daqueles cuja única obrigação é ser livre, brincar e se divertir sem as pressões inerentes ao mundo do trabalho.

Diga não ao trabalho infantil!

Compartilhe nas redes sociais:


Galeria de Fotos

Clique na foto para ampliar